O preço do álcool atingiu o menor nível absoluto desde 2004 nas usinas paulistas para a primeira semana de abril. O litro do hidratado caiu 3,14% e o do anidro recuou 1,55% nas unidades produtoras, de acordo com o levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq). O preço do hidratado foi de R$ 0,74479 para R$ 0,72138 o litro, em média, e o do anidro recuou de R$ 0,82037 o litro para R$ 0,80765. Os valores divulgados dos dois combustíveis são sem impostos.

Os valores da semana, de acordo com o Cepea/Esalq, são os menores nos últimos quatro anos. À época, o preço do litro do hidratado era de R$ 0,4250 e o do anidro R$ 0,4589.

No mesmo período do ano passado, por exemplo, o litro do hidratado era negociado a R$ 0,94971 o litro e o anidro a R$ 1 0714. Em 2006, com a crise de abastecimento, os preços eram de, respectivamente, R$ 1,1586 e R$ 1,2158. Já em 2005, os valores cobrados nas usinas de São Paulo eram semelhantes ao desta primeira semana de abril: o hidratado valia R$ 0,77461 e o anidro era negociado a R$ 0,88668.