O governo alemão quer que a Grécia permaneça na zona do euro, mesmo que o partido de esquerda Syriza ganhe as eleições de 25 de janeiro, afirmou o jornal semanal alemão Die Zeit nesta quarta-feira, sem especificar fontes.

De acordo com a publicação, os formuladores de políticas em Berlim e Bruxelas estão estudando possíveis acordos de compromisso com o líder do Syriza, Alexis Tsipras, após notar um abrandamento do seu tom, sugerindo que ele pode estar aberto a negociações.

O jornal disse que uma solução possível seria um alívio adicional da carga de dívida através de uma ampliação na duração dos empréstimos de resgate, caso Tsipras mostre demandas mais radicais, por sua vez. A reestruturação da dívida em circulação permanece fora de questão, disse o relatório.

Ao contrário de textos recentes na mídia internacional, o governo alemão continua preocupado com o custo econômico e político de uma saída da Grécia da zona do euro, disse o jornal. Fonte: Market News International.