A Alemanha vai reativar o fundo de estabilização do mercado financeiro (Soffin) para auxiliar os bancos do país que precisarem levantar capital, afirmou o vice-ministro de Finanças do país, Joerg Asmussen. Em um discurso, o vice-ministro disse que os bancos primeiro devem tentar obter os recursos necessários no mercado, “mas quando isso não for possível, os estados nacionais afetados precisarão coordenar o auxílio. Isso significa que a Alemanha vai reativar a antiga lei de estabilidade do mercado financeiro”, acrescentou.

O Soffin foi criado no final de 2008 para estabilizar o sistema financeiro. O fundo adquiriu participações nos bancos do país, entre eles o Commerzbank e o WestLB, entre 2008 e 2010, mas desde então estava inativo.

Numa reunião de cúpula realizada no mês passado, os líderes da União Europeia determinaram que os bancos da região precisarão aumentar a taxa de capital de alta qualidade que possuem em mãos para 9%. Para isso, as instituições financeiras do bloco precisarão levantar cerca de 106 bilhões de euros, segundo cálculo da Autoridade Bancária Europeia. Asmussen deve substituir Juergen Stark no conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE) e janeiro. As informações são da Dow Jones.