A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) abriu audiência pública nesta terça-feira, 21, sobre a 4ª Revisão Tarifária Periódica da CPFL Piratininga. A proposta do órgão regulador é de um reajuste médio de 12,39% nas tarifas da companhia, sendo de 6,50% para alta de tensão – indústrias – e de 17,57% para baixa tensão – residências e comércio. A audiência pública ficará aberta entre 23 de julho e 27 de agosto.

As novas tarifas estão previstas para entrar em vigor no dia 23 de outubro deste ano. As contas de luz dos consumidores da CPFL Piratininga já haviam sido reajustadas em média em 29,2% no começo do ano, devido à revisão extraordinária concedida a todas as distribuidoras de energia do País. A CPFL Piratininga atende cerca de 1,5 milhão de unidades consumidoras em 27 municípios do interior e do litoral do Estado de São Paulo, com destaque para Santos, Sorocaba e Jundiaí.