O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Jackson Schneider, afirmou que o aumento das exportações da indústria automotiva em fevereiro é resultado da recuperação econômica de alguns dos principais mercados para os quais as montadoras brasileiras vendem automóveis. Os países latino-americanos, entre eles Argentina, Colômbia e Chile, foram alguns dos citados pelo executivo como mercados importantes e que estão retomando as compras de carros brasileiros.

Em fevereiro, as exportações de veículos somaram US$ 830,1 milhões, alta de 12,4% em relação a janeiro e de 42,6% ante fevereiro de 2009. Em unidades, as vendas externas tiveram um aumento de 18% sobre janeiro e de 88,3% ante fevereiro do ano passado, para 57.510 veículos.

As exportações de caminhões aumentaram 30,6% ante janeiro, para 1.996 unidades. Outro destaque foram as vendas externas de máquinas agrícolas, que somaram 1.108 unidades, alta de 20,6% ante janeiro.

A Anfavea prevê que a indústria encerre o ano de 2010 com aumento de 11,5% nas exportações, com 530 mil unidades vendidas no mercado externo. Em valores, as exportações devem crescer 11%, para US$ 9,2 bilhões. Afetadas pela crise financeira internacional, as exportações de veículos em 2009 ante 2008 caíram 35,3% em unidades, para 475 mil veículos, e 40,5% em valores, para US$ 8,3 bilhões.