Os bancos amanheceram nesta quinta-feira (14) com grande movimento em Curitiba, após 15 dias fechados devido à greve dos bancários. Em algumas agências, principalmente na região central, filas se formavam antes mesmo da abertura das portas.

O final da greve foi anunciado na tarde desta quarta-feira (13), quando os bancários, em assembleia, decidiram – por maioria dos votos – aceitar a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e suspender a greve.

Em virtude do intenso movimento depois da paralisação, a Caixa Econômica Federal teve o horário de funcionamento ampliado. Nesta quinta (14), sexta (15) e segunda-feira (18) as agências vão abrir das 8h às 16 horas. Os outros bancos abrem em horário normal.

A proposta da Fenaban fechou em um aumento de 7,5%, equivalente a um reajuste real, mais o desconto de 3,1% da inflação. O valor é para salários até R$ 5.250 mensais, para os maiores será adicionado R$ 393,75 ou 4,29%, correspondentes à inflação dos últimos 12 meses.

O reajuste de 7,5% será para todos os funcionários da Caixa e do Banco do Brasil, independentemente do salário e o piso passou para R$ 1,6 mil.