A maior siderúrgica do mundo, a ArcelorMittal, afirmou que pretende investir US$ 700 milhões na expansão da mina da London Mining Brasil, em Itatiaiuçu (MG), cuja compra foi anunciada nesta quarta-feira (20). Segundo o diretor de Fusões e Aquisições da ArcelorMittal para América do Sul, Rony Stefano, o aporte deve ser concluído até 2011 ou 2012 e elevará a capacidade de produção da mina de 3,8 milhões de toneladas em 2008 para mais de 10 milhões de toneladas por ano. A maior siderúrgica do mundo pagará US$ 810 milhões pelo ativo da London Mining Brasil, dos quais US$ 46 milhões são em dívida.

Os recursos de minério de ferro da London Mining Brasil representam cerca de 1,059 milhão de toneladas, com teor médio de ferro de 38%. A reserva total de ferro é de 402,6 milhões de toneladas. Este ano, a produção da London Mining Brasil está sendo expandida de 1,4 milhão de toneladas para 3,8 milhões de toneladas.

Stefano afirmou que a compra faz parte de uma estratégia global da companhia, que tem como objetivo atingir uma auto-suficiência em minério de ferro de 75% a 80% em todas as suas operações. “O grupo ainda não tinha uma exposição elevada a minério de ferro no Brasil, onde o insumo é de boa qualidade e a extração tem baixo custo”, disse. Segundo ele, a companhia possui outros ativos de mineração na Ucrânia, no México, no Canadá, na África do Sul, nos Estados Unidos e no Casaquistão.

A multinacional investirá também em logística para poder escoar a produção da mina. Para isso, fechou um acordo com a empresa canadense Adriana Resources para o desenvolvimento de instalações portuárias de minério de ferro em Sepetiba, no Rio de Janeiro. A companhia canadense já havia comprado uma área na região e estava desenvolvendo o projeto de um porto.