Rio – O Brasil está exportando energia elétrica para a Argentina em caráter emergencial. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), ontem o Brasil enviou cerca de 340 MW para o país vizinho e hoje o volume deve ser maior.

Um dos transformadores do bairro de Ezeiza, na grande Buenos Aires, registrou problemas e o ONS passou a enviar energia não só pela estação de Garabi como também pela estação Uruguaiana. O montante efetivo só será conhecido no domingo.

A transferência de energia já está ocorrendo há cerca de duas semanas, mas a informação do governo brasileiro é de que a situação é emergencial. Ou seja, não é um contrato efetivo de compra e venda de energia. Tanto que o montante que está sendo fornecido pelo Brasil será pago pelos argentinos, em algum momento no futuro. ?Não há valores financeiros envolvidos. O mesmo montante que for enviado será recebido posteriormente?, explicou um técnico do setor. ?Caso a situação perdure, porém, a Argentina terá de fazer uma licitação para a compra regular de energia elétrica, determinando montante e período de fornecimento?, complementou o técnico.