O governo da Argentina recebeu “com satisfação”, a escolha do embaixador brasileiro Roberto Carvalho Azevêdo para conduzir a Organização Mundial de Comércio (OMC). “O primeiro latino-americano a ser escolhido para esta importante tarefa contribuirá para conseguir um comércio mais justo e de inclusão, que chegue com seus benefícios a todos os cantos do planeta, especialmente do mundo em desenvolvimento”, disse uma nota do Ministério de Relações Exteriores, distribuída à imprensa.

Na nota, a Chancelaria ressaltou que o fato de o processo de seleção da OMC ter contado com a disputa entre dois latinos – o mexicano Herminio Blanco, além de Azevêdo, “é um símbolo do progresso de nossa região e de sua crescente participação no comércio global, além de refletir a vocação de nossos países para avançar, a partir do consenso, na construção do ordenamento econômico mundial”.