A Grécia confirmou há pouco o pagamento de uma dívida de 4,2 bilhões de euros ao Banco Central Europeu (BCE), que vencia hoje, e de dívidas atrasadas com o Fundo Monetário Internacional (FMI), que somam 2 bilhões de euros.

A informação foi confirmada por dois funcionários do governo grego. Os pagamentos só foram possíveis porque a Grécia recebeu, também hoje, um empréstimo de 7,2 bilhões de euros do Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSM, na sigla em inglês), que conta com recursos do orçamento da União Europeia. Fonte: Dow Jones Newswires.