A taxa de câmbio do yuan frente ao dólar se estabilizou, enquanto a correção para baixo do mercado de ações chinês está completa, disse o governador do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) em uma recente reunião do G-20.

Apesar de algum enfraquecimento do yuan, após o movimento de Pequim para desvalorizar sua moeda em 11 de agosto, “não há nenhuma base para depreciação de longo prazo” da moeda chinesa, afirmou o governador do PBoC Zhou Xiaochuan, por meio de um comunicado divulgado nesse domingo.

Zhou fez os comentários em uma cúpula dos ministros das finanças e autoridades de bancos centrais do G-20 na Turquia, que teve dois dias de duração. Segundo o governador do PBoC, a correção recente do mercado não teve qualquer impacto notável na economia real do país. “O ajuste do mercado de ações já está praticamente concluído, e o mercado financeiro deverá ficar mais estável”.

A mesma afirmação foi feita pelo ministro das Finanças da China, Lou Jiwei, dizendo que o desempenho da segunda maior economia do mundo está dentro das expectativas. A economia da China é capaz de manter uma taxa de crescimento médio de 7% nos próximos quatro a cinco anos, disse Lou Jiwei na mesma reunião.

O ministro das Finanças da China afirmou que o governo chinês não vai se preocupar com flutuações trimestrais de curto prazo na economia. “Vamos manter a coerência da política macroeconômica”, disse. Fonte: Dow Jones Newswires