O vice-presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Kikuo Iwata, afirmou ao Comitê de Assnutos Financeiros do Senado que está considerando vários métodos para uma eventual redução do programa de compra de ativos do BC japonês depois que o país atingir a meta do índice de preços ao consumidor (CPI) em 2%.

De acordo com Iwata, não é apropriado fazer quaisquer observações específicas, porque

uma estratégia de saída do programa de estímulos depende das condições econômicas e do mercado financeiro do país. Fonte: Market News International.