A balança comercial manteve na terceira semana de agosto o ritmo de produção de superávits e obteve um saldo positivo de US$ 194 milhões, resultado de exportações de US$ 1,216 bilhão e de importações de US$ 1,022 bilhão. No mês, as exportações já acumulam US$ 3,070 bilhões e as importações US$ 2,239 bilhões, com superávit de US$ 831 milhões.

De acordo com os números divulgados hoje (19) pelo ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, no acumulado do ano o saldo positivo é de US$ 4,634 bilhões.

Segundo o ministério, a média das exportações da terceira semana de agosto foi de US$ 243,2 milhões, com queda de 8,2% em relação à média da semana anterior.

Contribuíram para a redução a diminuição de 27,1% nas vendas de semimanufaturados como celulose, açúcar bruto, couro, peles, alumínio e óleo de soja. Também foram menores as vendas de produtos básicos como minério de ferro, soja em grão e farelo de soja, que registram queda de 7,2%. Até a exportação de manufaturados caiu 2,1%. No mesmo período as importações apresentaram crescimento de 17,5%.

Aumentou o gasto com combustível e lubrificantes, químicos orgânicos e inorgânicos, automóveis, plásticos, cereais e produtos de moagem. Na comparação com agosto de 2001 foi registrado um incremento de 2,7% nas exportações e uma queda de 15,8% nas importações.