O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou nesta terça-feira (16) que novas funcionalidades deverão ser implementadas no Pix. Entrou em vigor hoje o Mecanismo Especial de Devolução, que agilizará o ressarcimento ao usuário vítima de fraude ou de falha operacional das instituições financeiras. A partir do dia 29 de novembro estarão disponíveis o Pix Saque e o Pix Troco, que permitem o saque em espécie e a obtenção de troco em estabelecimentos comerciais e outros lugares de circulação pública.

LEIA TAMBÉM:

>> Golpes na Black Friday? Cuidado! Procon dá dicas pra você não cair em ciladas

>> Câmara aprova texto-base de MP que recria Ministério do Trabalho

No médio prazo, ainda sem data definida, deverão estar disponíveis pagamentos instantâneos de compras em outros países, e operações sem acesso à internet, segundo Campos Neto. Para celebrar o aniversário de um ano do Pix, o BC divulgou um balanço do período. Em um ano, cerca de 7 bilhões de transações foram executadas por meio do sistema, movimentando R$ 4 trilhões. O recorde diário de transações ocorreu no último dia 5 de novembro, com 50.045.289 operações.

Ao todo, 62,4% da população acima de 18 anos usou a ferramenta para enviar ou receber dinheiro. Até o fim de outubro, o Pix tinha 348,1 milhões de chaves cadastradas por 112,65 milhões de usuários. Desse total, 105,24 milhões são pessoas físicas e 7,41 milhões são pessoas jurídicas. Cada pessoa física pode cadastrar até cinco chaves Pix e cada pessoa jurídica, até 20. As chaves podem ser distribuídas em um ou mais bancos. Com informações da Agência Brasil.

Web Stories

Novidades!

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Economia

10 dicas para economizar na gasolina

Natal em Curitiba

Caminho de Luz Curitiba – saiba como fazer a inscrição!

Carinha de Anjo

Bárbara e Frida descobrem o segredo de Fabiana