São Paulo (ABr) – O Banco do Brasil já está liberando, em suas agências, os recursos de R$ 4 bilhões para financiamento de agricultores empresariais e familiares de todo o País, dentro do Plano Safra 2005-2006. O anúncio foi feito pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, durante o 20.º Fórum de Debates do Projeto Brasil, em São Paulo.

?Nós estamos finalmente colocando à disposição R$ 4 bilhões para os produtores iniciarem a partir de hoje (ontem) seu crédito de custeio para a próxima safra?, afirmou o ministro. De acordo com o vice-presidente do agronegócio do Banco do Brasil, Ricardo Conceição, a agricultura empresarial poderá receber este ano R$ 21 bilhões. Desde junho, o banco já aplicou R$ 1 bilhão e disponibiliza agora mais uma parte dos recursos.

?A partir de hoje (ontem), todas as agências do banco já estão com os recursos para operar não só na agricultura empresarial, mas também na agricultura familiar. Desses R$ 4 bilhões, R$ 3 bilhões são para a agricultura empresarial e R$ 1 bilhão para a agricultura familiar?, explica Conceição.

Segundo ele, mais dinheiro será disponibilizado ainda neste ano. ?A partir do consumo desses recursos, mais recursos serão alocados. Então nós podemos dizer com tranqüilidade que o plano de safra já está na rua. As agências estão em plenas condições de dar seqüência e apoiar os agricultores na formação da nova safra agrícola.?