Os bancos espanhóis aumentaram os níveis de capital Tier 1, responsáveis por medir o capital de melhor qualidade das instituições e verificar a habilidade deles de suportarem severos choques, anunciou o presidente do Banco Central da Espanha, Luis Maria Linde.

Linde disse que o nível desse capital no setor subirá para cerca de 10,5% em dezembro, cerca de um ponto porcentual maior que no ano passado. A indústria bancária também reduziu a dependência dos empréstimos do Banco Central Europeu (BCE) em 31% nos oito primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, disse.

Em discurso a um comitê do parlamento, o presidente do banco central espanhol explicou que o limite para a distribuição de dividendos dos bancos em 25% do lucro líquido ajudou a melhorar a saúde do setor. Ele também disse que em 2014 os bancos não terão que fazer tantas provisões quanto neste ano para os empréstimos imobiliários.

Desde maio de 2009, as instituições financeiras da Espanha receberam 61,4 bilhões de euros em ajuda estatal, incluindo 38,8 bilhões de euros da União Europeia em dezembro do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.