Fechado em março deste ano por vender chope Ashby, de menor preço, como se fosse Brahma, o Bar Léo, localizado no centro de São Paulo, pode reabrir para comemorar os seus 70 anos, em agosto.

O proprietário do Bar Brahma, Alvaro Aoas, disse que ocorrem negociações para fechar uma parceria com a finalidade de reabrir o bar. Ele ainda afirmou que o bar não será comprado. Para Aoas, há grandes chances de que o Bar Léo, que era famoso por seu chope, reabra para comemorar seu aniversário. Apesar disso, ainda não há data para a reinauguração.

Fechado

Segundo a Polícia Civil, o local oferecia chope Ashby, que custa R$ 5,30, como se fosse Brahma, pelo valor de R$ 9,40. No local também foram encontrados alimentos vencidos e sem rastreabilidade.

O gerente do Bar do Léo, Wilson França de Souza, 34, foi preso em flagrante e a irmã da proprietária do local, Madir Milan, 77, foi autuada e vai responder por crime contra relação de consumo.