O diretor-geral da Batavia em visita
ao presidente da Copel, Paulo Pimentel.

Tornar a marca conhecida nacionalmente, tirando a impressão sulista que ela carrega, é a meta da Batavo para o próximo ano. A Batavia – empresa que comercializa a marca, formada pela Parmalat e Cooperativa Central de Laticínios do Paraná – ocupa hoje 14% do mercado de refrigerados da região Sul (segundo maior mercado consumidor do Brasil, atrás de São Paulo), e 20% no Paraná. A ampliação da distribuição é uma das estratégias da empresa para penetrar em outras regiões.

Para alcançar esses objetivos a Batavia iniciou no ano passado um projeto de consolidação industrial, que absorveu recursos de R$ 7 milhões. As plantas industriais do grupo no Rio Grande do Sul e Jundiaí (SP) foram transferidos para a sede de Carambeí (PR). Com isso a empresa ampliou em 20% a área construída e sua capacidade produtiva. De acordo com o diretor geral da Batavia, José Antônio Fay, os investimentos também contemplam projetos de novas embalagens e campanhas para reforçar a marca.

Com essas estratégias a Batavia espera ampliar sua posição na segmentação de refrigerados no Brasil. O País tem uma produção de 511 mil toneladas, e um consumo per capita de 2,7 quilos. Esse número ainda está abaixo de países como o Chile, que consome 5,77 quilos, e a Argentina, com 5,02 quilos. Aliado a isso, o mercado de iogurtes, que cresceu cerca de 15% em 2002, deve fechar este ano com queda de 20%.

Otimista, a Batavia ampliou a sua linha de produtos, que hoje chega a duzentos itens. Entre as novidades estão a linha para o público infantil de petit suisse com embalagens de oito unidades, nos sabores morango e doce de leite, e uva com maçã, banana e cereais. Ainda, iogurte com polpa sabor morango e cereais, chocolate em embalagem stick e manjar com calda de ameixa. Até o final do ano a Batavia promete lançar outros dois produtos na área de sobremesas.

Leite quente

Uma das estratégias da Batavia para reforçar a marca no Paraná está sendo a associação da tradição da marca Batavo com as características do Estado. Composta de outdoors, spots de rádio e anúncios de jornal, as peças apresentam a beleza dos pontos turísticos e patrimônio da região, associados aos produtos da linha. Essa estratégia de campanha foi apresentada ontem pelo diretor-geral da Batavia ao ex-governador e presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel), empresário Paulo Pimentel, durante visita a Curitiba.