Brasília (ABr) – O Banco do Brasil captou na semana passada US$ 500 milhões com a emissão de títulos no exterior. Cerca de 237 investidores da Ásia, Europa, Estados Unidos e Brasil adquiriram o papel. Segundo José Maria Rabelo, vice-presidente de Negócios Internacionais e Atacado do banco, isso permitirá à instituição fazer novos empréstimos, financiando linhas de negócios existentes, voltadas para o consumo, agricultura e exportação.

Para ele, a captação de dólares mostrou que os investidores estão confiando mais no País e no banco, apresentando um risco baixo. O risco Brasil é um indicador da confiança dos investidores estrangeiros no País.

?A captação é o resultado de uma percepção do mercado internacional com relação ao risco do País e ao risco do banco. O volume de demanda que a gente teve foi muito superior à nossa intenção de captar. Isso significa que os investidores internacionais estão percebendo que o Brasil e o Banco do Brasil são um bom risco?, afirmou Rabelo.

Quem adquiriu um dos títulos terá rendimento de 7,95% ao ano, taxa menor que a paga por bancos privados que já emitiram este papel. É a primeira vez que o Banco do Brasil emite ?bônus perpétuos?, que não têm vencimento. Em cinco anos, a instituição pode resgatá-lo, pagando o valor do papel.