O presidente do Banco do Povo da China (banco central chinês), Zhou Xiaochuan, emitiu uma nota de confiança sobre as perspectivas da economia chinesa, apontando os indícios de que uma recuperação pode estar a caminho. Xiaochuan observou que alguns indicadores econômicos já mostram sinais de melhora. “Isso demonstra que nossas políticas estão começando a surtir efeito”, declarou o presidente da instituição, numa entrevista coletiva durante o segundo dia da reunião anual do parlamento do país.

As declarações de Xiaochuan seguiram o tom otimista dado ontem pelo premiê Wen Jiabao na sessão de abertura do Congresso Nacional do Povo, quando disse que o crescimento econômico da China neste ano atingirá cerca de 8%. Apesar disso, o fato de Jiabao não ter mencionado nenhum gasto adicional para estimular a economia além dos 4 trilhões de yuans (cerca de US$ 585 bilhões) anunciados em novembro do ano passado despontou os investidores globais e causou parte da queda dos mercados ontem.

As autoridades econômicas chinesas sinalizaram hoje que o governo está preparado para fornecer mais estímulo à economia, se necessário. Xiaochuan disse que os órgãos do governo têm planos de contingência para lidar com a crise financeira global. Os planos são sobre como “reagiremos diante de um aprofundamento da crise ou diante de qualquer mudança na situação”, afirmou Zhou, que não ofereceu mais detalhes.

Sobre a expectativa de ampliação do plano de estímulo de 4 trilhões de yuans, o presidente do BC chinês disse: “deveríamos perguntar aos países onde a crise começou – o que vocês esperam que aconteça lá (nos países)? Se puderem dizer claramente que tipo de situação irá se desenvolver, naturalmente poderemos dar melhor informação sobre o que iremos fazer”.

Na mesma entrevista, o presidente da Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional, Zhang Ping, declarou que o governo vai monitorar de perto a situação econômica antes de decidir sobre qualquer medida adicional de estímulo ou sobre um ampliação do investimento. As informações são da Dow Jones.