O Banco Central da Turquia anunciou nesta terça-feira um plano para normalizar sua política monetária, com o intuito de simplificar um conjunto complexo de instrumentos políticos. Os membros do comitê planejam utilizar a taxa de recompra de uma semana como uma âncora e estreitar o corredor de taxas de juros para uma única taxa.

O presidente do BC, Erdem Basci, já tinha sinalizado essa mudança no mês passado. Segundo o presidente, o objetivo de simplificar a estrutura de política monetária do banco central visa se preparar para o aumento das taxas de juros básicos do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), esperados para este ano, que é susceptível de drenar o dinheiro de mercados emergentes, como a Turquia, que dependem fortemente de financiamento estrangeiro.

Além disso, o BC também irá aumentar a flexibilidade em leilões de moeda em relação à volatilidade da taxa de câmbio e tomar medidas para aumentar a liquidez em dólares para ajudar os mutuários privados a atender aos requisitos da dívida externa.

“Embora o Banco Central da Turquia tenha elaborado um plano, a lira turca permanecerá vulnerável enquanto o banco central se abster de fornecer um apoio concreto à moeda”, disse Piotr Matys, analista do Rabobank.

Nos últimos dias, a lira turca atingiu mínimas históricas em meio a preocupações políticas de uma nova eleição no país, após o primeiro-ministro, Ahmet Davutoglu, que lidera interinamente e foi encarregado de formar o próximo governo da Turquia, não fechar uma coalizão com a oposição. Fonte: Dow Jones Newswires.