Num movimento surpreendente, o Banco do Japão (BoJ, banco central) decidiu nesta terça-feira reduzir sua taxa básica de juros (“overnight call rate”) para uma faixa de 0% a 0,1%, a fim de tentar amenizar o efeito recessivo da valorização do iene e da deflação. O conselho de política monetária do banco disse que vai manter a taxa nesse nível até que os preços se estabilizem. A decisão do conselho foi tomada por unanimidade.

O banco central também decidiu criar um fundo temporário no balanço do BoJ, de 35 trilhões de ienes (US$ 417,41 bilhões) para comprar ativos financeiros como bônus de longo prazo do governo, commercial papers, recebíveis e bônus corporativos. O BoJ também vai comprar fundos de índice (ETFs) e notas do governo.

Numa reunião de emergência no final de agosto, o conselho de política monetária do BoJ havia decidido oferecer às instituições financeiras do país um total equivalente a 10 trilhões de ienes em empréstimos de seis meses, à taxa de 0,1%, além dos 20 trilhões de ienes em empréstimos de três meses que vinha oferecendo há alguns meses. As informações são da Dow Jones.