O Banco do Japão (BOJ, o banco central do país) elevou sua avaliação econômica pelo segundo mês consecutivo em outubro, dizendo que a economia japonesa “começou a se recuperar”. “As condições econômicas do Japão podem melhorar gradualmente, uma vez que as exportações e a produção devem continuar crescendo, refletindo principalmente a melhora das condições econômicas no ambiente externo”, disse a autoridade monetária japonesa em seu relatório econômico mensal divulgado hoje.

O BOJ divulgou, entretanto, uma nota cautelosa sobre a demanda doméstica, afirmando que é “provável que ela se mantenha fraca, enquanto os resultados das empresas, o emprego e a situação dos rendimentos continuarem severos”. O relatório de outubro foi divulgado um dia depois de o comitê de política monetária do BOJ decidir, em votação unânime, manter a taxa básica de juros do país em 0,1% ao ano. O banco manteve ainda as medidas temporárias para injetar dinheiro no mercado por meio da compra de dívidas corporativas em posse dos bancos. As informações são da Dow Jones.