O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será autorizado nos próximos dias a abrir uma linha de financiamento especial para empresas brasileiras com projetos de investimento no exterior. O objetivo será promover a internacionalização das companhias nacionais, com vistas à elevação das exportações do País, e também assegurar o acesso de empresas brasileiras instaladas na Argentina a uma linha de crédito do País.

O anúncio da criação da nova linha foi feito hoje (18) pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral. De acordo com o ministro, a nova linha do BNDES começará a operar dentro de, no máximo, um mês. Aprovado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o projeto que altera o estatuto do BNDES, para permitir ao banco financiar empreendimentos privados brasileiros em outros países, deverá ser encaminhado entre amanhã e quinta-feira para a Casa Civil da Presidência da República. A linha somente estará disponível, portanto, a partir da publicação de um decreto presidencial.

A linha terá o objetivo de atender a três tipos de necessidade de financiamento. O primeiro, de exportações de bens de consumo e de capital e de serviços por empresas de capital nacional – categoria que deverá incluir também joint ventures, desde que a participação brasileira seja de 50%. Nesse caso, haverá a exigência de 60% de conteúdo nacional para os produtos embarcados.