Para o economista-chefe para a América Latina do BNP Paribas, Marcelo Carvalho, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central deverá iniciar já em abril a retomada da trajetória de alta da taxa básica de juros (Selic).

Para ele, o BC deverá iniciar o ciclo com uma puxada de 0,5 ponto porcentual, elevando a taxa no primeiro momento para 7,75% ao ano. Mas para o final do ano, Carvalho prevê a Selic em 9% ao ano, com uma elevação total de 1,75 ponto porcentual.

Ainda de acordo com o economista, o BC deverá aumentar a taxa de juros como forma de recuperar a credibilidade do mercado em relação à disposição da autoridade monetária em levar a taxa de inflação à convergir para o centro da meta.