As bolsas norte-americanas desaceleraram a forte alta verificada após a abertura e chegaram a operar no vermelho durante alguns momentos, com os investidores reagindo tardiamente ao dado de vendas de imóveis usados nos Estados Unidos, que veio no menor nível em quase cinco anos. Os ganhos foram limitados pelas preocupações sobre a extensão dos problemas no mercado de crédito hipotecário de risco (subprime).

Às 12h06 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,31%, o Nasdaq avançava 0,32% e o S&P 500 tinha ganho de 0,24%.

A Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos EUA informou que as vendas de imóveis residenciais usados caíram 3,8% em junho para 5,75 milhões de unidades. Economistas previam queda de 1,5% para a média anualizada de 5,90 milhões de unidades. O economista da NAR Lawrence Yun citou o aumento das taxas de hipotecas e o aperto nos padrões de empréstimos. "Compradores de imóveis têm recebido sinais divergentes sobre o mercado imobiliário, o que está levando alguns deles a hesitarem", afirmou.

As ações da Caterpillar, 3M e DuPont pressionaram o Dow Jones. Segundo analistas, o recuo sugere que será necessário mais do que a atratividade de ações mais baratas para levar os investidores a voltarem às compras.

Os papéis da Amazon subiram 23% e deram apoio inicialmente aos mercados, depois que a empresa anunciou que seu lucro triplicou no segundo trimestre para US$ 78 milhões (US$ 0,19 por ação), enquanto suas receitas avançaram 35%, para US$ 2,89 bilhões. As informações são da Dow Jones.