As bolsas européias operam em baixa, com os investidores preocupados com as taxas de juro e o mercado de crédito imobiliário subprime (de alto risco) nos EUA. Os papéis da France Telecom estão entre os destaques de baixa (-2,7%), depois de o governo francês informar a venda de cerca de 5% de participação na gigante de telecomunicações.

Às 9h34 (de Brasília), o índice FT-100 da Bolsa de Londres caía 0,24%; o índice Xetra-DAX, de Frankfurt, perdia 1,09%; e o índice CAC-40, da Bolsa de Paris, recuava 0,95%

No centro das preocupações com a direção do juro estiveram os papéis do setor imobiliário, sensíveis a elevações nas taxas. As ações do Hypo Real Estate caíram 2,2% e do Unibail recuaram 2 9%. A empresa sediada na Alemanha Hypo Real Estate Group é uma das maiores provedoras de financiamento para empreendimentos imobiliários comerciais e a Unibail investe pesado na aquisição de shopping centers e escritórios.

As preocupações com as taxas de juro prejudicam também o desempenho das ações da concessionária de automóveis britânica Pendragon, que opera uma rede de cerca de 400 franquias. A empresa alertou para o seu lucro, que deve ser atingido pelas preocupações dos consumidores com a direção futura das taxas de juro. As ações da Pendragon caíram 17,6%.

As ações do setor de mineração também estão em baixa, com Xstrata e Anglo American em baixa de 2,2% cada em Londres.

As ações da Volvo caíram 2,7%, depois de informar que o total de entregas de caminhões caíram 10% para 82.865 veículos. As ações da London Stock Exchange (Bolsa de Londres) caíram 0,4%, depois de informar, no sábado, que irá adquirir a operadora da Bolsa italiana por mais de US$ 2 bilhões.