O Tesouro Nacional informou nesta segunda-feira, 17, que resgatou os títulos Global 2040 no mercado externo. Segundo nota do órgão, o título, denominado em dólar e emitido em 9 de agosto de 2000, foi retirado integralmente de mercado.

No dia 16 de julho, o Tesouro informou que exerceria, em sua totalidade, a opção de recompra prevista no Global 2040. A recompra integral dos títulos, pelo valor de face, soma US$ 1,156 bilhão.

Ao anunciar a operação, o Tesouro disse que a recompra está em linha com a diretriz de aperfeiçoamento do perfil da dívida externa pela substituição gradual de títulos antigos por títulos com prazos de referências bem definidos, para consolidar a curva de juros externa em dólar.

“A recompra de títulos emitidos há mais tempo e que já não representam adequadamente as condições atuais do crédito da República minimiza eventuais distorções na curva de juros e aumenta a sua eficiência, beneficiando também as captações de empresas brasileiras no longo prazo, que passam a ter referências de preços mais adequados”, informou o Tesouro, em nota divulgada em julho.

O Global 2040 paga encargos de 11% ao ano, enquanto outros títulos de prazo semelhante pagam juros menores. O Global 2045, por exemplo, tem cupom de 5% ao ano.