O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou comunicado há pouco informando que a diretoria-executiva do Fundo concluiu a terceira revisão do desempenho do Brasil no âmbito do acordo de stand-by aprovado em setembro de 2001, quando foi concedido um empréstimo total de US$ 15,7 bilhões.

Segundo o comunicado, a conclusão da terceira revisão permite ao Brasil sacar o equivalente a US$ 4,8 bilhões, dos quais US$ 4,3 bilhões no âmbito da linha de crédito conhecida como SRF. Essa liberação soma-se ao equivalente a US$ 5,2 bilhões que já foram disponibilizados, mas ainda não sacados no âmbito de revisões anteriores, o que significa que o Brasil pode sacar um total de US$ 10 bilhões imediatamente do FMI, ressaltou o comunicado.