Empresas e famílias brasileiras desembolsaram R$ 1,108 trilhão para o pagamento de juros de 2011 a 2013, segundo levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) a partir do cruzamento de dados do Banco Central e do Instituto Brasieiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o levantamento, a maior quantia, ou R$ 696,5 bilhões, foi paga pelas famílias, e o restante, R$ 411,5 bilhões, por empresas.

Houve crescimento na concessão de crédito no período, segundo a Federação. De dezembro de 2011 a dezembro de 2013, o saldo em reais de linhas de financiamento e empréstimo concedidas a famílias e empresas passou de R$ 1,381 trilhão para R$ 1,508 trilhão, que corresponde a uma alta de 9,2%.

Apesar do crescimento no crédito, a FecomercioSP ressalta que o porcentual de inadimplência total (pessoas físicas e jurídicas) se mantém em padrões aceitáveis. A taxa recuou de 10,4% nos meses de dezembro de 2011 e 2012 para 9,2% no último mês de 2013.