Os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) realizam amanhã cedo reunião de cúpula, às 6 horas (de Brasília), antes do início do encontro do G-20, em Cannes, na França. A ajuda dos emergentes à Europa é um tema que ficou pendente na reunião ministerial do G-20, realizada há cerca de duas semanas, em Paris.

Nesta quarta-feira, a presidente Dilma Roussef já se reuniu com o presidente da China, Hu Jintao. A presidente, que chegou ontem à tarde, também esteve hoje com a primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, e o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Juan Somavia.

O governo ainda não divulgou informações sobre os encontros. A coletiva do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, que estava marcada para a tarde de hoje, foi cancelada. A delegação brasileira também é formada pelo ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Helena Chagas, da Comunicação Social.

A cúpula do G-20 começa nesta quinta-feira, às 9h30 (de Brasília), com a chegada das lideranças ao Palácio dos Festivais, em Cannes. Está agendada uma coletiva do presidente da França, Nicolas Sarkozy, que lidera o grupo neste ano, às 15 horas. Depois, os chefes de estado e de governo participam de um jantar. A reunião prossegue na sexta-feira.