A maior economia da Europa deverá se recuperar no segundo trimestre deste ano, antes de perder força novamente em meados do ano, afirmou o Bundesbank, o banco central da Alemanha. “Após um fraco início de ano, o Produto Interno Bruto (PIB) real deverá crescer fortemente no segundo trimestre de 2013”, disse a instituição em seu relatório mensal.

O Bundesbank citou indicadores econômicos de abril, um aumento na produção industrial e nas exportações e a melhora na avaliação das empresas em maio como sinais positivos para o segundo trimestre. No entanto, o banco central alertou que o crescimento vai se desacelerar no terceiro trimestre, tendo em vista as fracas encomendas à indústria em abril, que pesaram sobre as expectativas de produção industrial nos próximos meses. O mercado de trabalho alemão também parece inclinado a uma pausa, de acordo com o Bundesbank.

A mais recente avaliação econômica surge depois de o banco central alemão reduzir no início deste mês suas previsões para o crescimento do PIB do país neste ano e no próximo. Em suas projeções semestrais, o Bundesbank cortou a estimativa de crescimento neste ano de 0,4% para 0,3% e reduziu a de 2014 de 1,9% para 1,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.