A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou a realização de audiência pública, na primeira semana de agosto, para discutir a meta de inflação. A proposta foi do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), com a concordância do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), e do presidente da Comissão, Aloizio Mercadante (PT-SP).

Virgílio quer saber por que o Conselho Monetário Nacional (CMN) fixou em sua última reunião a meta de inflação para 2009 em 4 5%. "Precisamos saber quais são os argumentos favoráveis aos 4 5% e quais os argumentos a favor dos 4%" disse Virgílio, lembrando que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, foi derrotado na reunião do CMN, por defender os 4%.

"O Banco Central e o Ministério da Fazenda poderão enviar representantes para apresentar as posições que foram debatidas no Conselho Monetário", acrescentou Virgílio.