A Caixa Econômica Federal depositou neste domingo (18) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021 para os trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico nascidos em junho. Na primeira fase, o valor da primeira parcela cai na conta aberta no Caixa Tem. Só é possível usar o dinheiro para pagar contas e fazer compras com o benefício. Só a partir de 7 de maio será autorizado o saque e a transferência dos valores.

Para quem nasceu em julho, a grana será depositada na terça-feira (20), mas poderá ser movimentada também somente pela conta do Caixa Tem. No dia 10 de maio, o trabalhador pode optar pelo saque ou transferência para outros bancos.

De acordo com o banco, são 2,49 milhões de beneficiados em um repasse que soma R$ 516,62 milhões. Segundo o Ministério da Cidadania, com mais essa remessa de transferências, o pagamento já chega a 11,88 milhões de famílias em um repasse total de R$ 2,46 bilhões.

Semana mortal

O Brasil teve a segunda semana mais letal da pandemia, atrás somente da semana anterior. De 12 de abril até este domingo (18), foram registadas 20.149 mortes por Covid. Na semana anterior, a pior da pandemia até aqui, foram registrados 21.763 óbitos pela doença.

Neste domingo, foram registrados 41.694 casos da Covid e 1.553 mortes pela Covid. Aos finais de semana e segundas, os números relativos à Covid são menores por atrasos de notificação nas secretarias de saúde, que trabalham com equipes reduzidas aos finais de semana.

Com os dados deste domingo, o Brasil soma 373.442 mortes por Covid e 13.941.828 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes agora está em 2.878 óbitos por dia. O Brasil completa 33 dias com média acima de 2.000 mortes por dia e 88 dias seguidos acima de 1.000. A média móvel é um instrumento estatístico usado para amenizar variações de dados. Ela é obtida pela soma de todas as mortes dos últimos sete dias e divisão do resultado por sete.