Uma fila de caminhões de aproximadamente 14 quilômetros se formou ontem na BR-277, em direção ao Porto de Paranaguá. Conforme nota divulgada pela assessoria de imprensa da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), a fila foi formada porque o Conselho de Autoridade Portuária (CAP) cancelou as ordens de serviço que exigiam a nominação das cargas. Com isso, alguns operadores portuários estariam aproveitando para negociar as cargas somente quando elas chegavam à cidade, forçando um mercado paralelo de grãos.

?A Appa informa que está tomando todas as providências necessárias e exigiu dos operadores portuários que a descarga no Corredor de Exportação aconteça durante 24 horas, enquanto existirem caminhões no Pátio de Triagem?, informou a nota. De acordo com o superintendente dos portos, Eduardo Requião, na próxima reunião do CAP, que acontece nesta quinta-feira, ?a autarquia voltará a discutir as ordens de serviço que deram à Appa prêmios de logística e foram canceladas por motivos políticos?.