A captação mensal da caderneta de poupança em novembro foi a maior do ano e chegou a R$ 2,503 bilhões. Segundo dados do Banco Central, divulgados ontem, os depósitos no mês passado ficaram em R$ 82,026 bilhões enquanto os saques somaram R$ 79,523 bilhões. Foram creditados rendimentos em novembro de R$ 1,722 bilhão.

A caderneta de poupança tem sido uma das alternativas seguras dos aplicadores diante da instabilidade no mercado financeiro, que garante R$ 60 mil a cada aplicador.

O resultado do mês passado também pode ter sido influenciado pelo pagamento da primeira parcela do 13.º salário. No acumulado do ano, a diferença entre os depósitos e as retiradas foi de foi de R$ 12,237 bilhões, resultado bem menor do que em 2007: R$ 33,379 bilhões.