O valor da cesta básica apurado no município de São Paulo pela Fundação Procon-SP e o Dieese apresentou alta de 0,36% entre os dias 27 de setembro e 3 de outubro, com o preço médio passando de R$ 368,40 para R$ 369,74. De 31 produtos pesquisados, 17 tiveram alta de preço. A variação no mês de setembro ficou em 0,03% e nos últimos 12 meses, chegou a 0,48%.

Os destaques de alta foram os grupos Alimentação (0,17%), Limpeza (1,03%) e Higiene Pessoal (1,40%). Na relação de produtos, os maiores reajustes foram da batata por quilo (8,75%), tubo 90g de creme dental (4,72%), pacote de 1 quilo de farinha de trigo (3,95%), quilo de carne de primeira (3,29%) e litro de água sanitária Cândida (2,82%)

Na lista de maiores quedas aparecem o quilo da cebola (-11,76%), embalagem de 340/350 gramas de extrato de tomate (-4,04%), quilo de alho (-3,71%), pacote de 5 quilos de açúcar refinado (-3,49%) e dúzia de ovos brancos (-3,18%).