A mineradora russa Norilsk Nickel atualmente está focada em atrair consumidores da China para ajudar a conter a baixa demanda na Europa. A informação é do chefe de análise de mercado e desenvolvimento da empresa, Anton Berlin.

De acordo com o executivo, a Norilsk é a primeira a desenvolver o mercado na China para o níquel.

A Europa tem sido o maior consumidor da Norilsk, principalmente por sua proximidade com a Rússia. “Queremos diversificar geograficamente”, disse Berlin. “Por enquanto, o foco na China está na venda de material bruto das minas da Norilsk”, acrescentou.