As importações de minério de ferro e petróleo bruto da China avançaram em abril ante o mesmo mês do ano anterior, no entanto as importações de cobre recuaram na mesma comparação, segundo dados preliminares da Administração Geral de Alfândegas.

A China importou 23,08 milhões de toneladas métricas de petróleo bruto em abril, o equivalente a 5,64 milhões de barris por dia.

As importações tiveram em abril alta de 3,7% ante os 22,26 milhões de toneladas de abril do ano passado, e ficaram até ligeiramente acima dos 23,05 milhões de toneladas em março, de acordo com cálculos da Dow Jones.

As importações de produtos refinados de petróleo totalizaram 3,89 milhões de toneladas, enquanto as exportações somaram 2,67 milhões de toneladas, mostraram os dados.

A China exportou 80 mil toneladas de petróleo bruto em abril, de acordo com os dados preliminares.

As importações de carvão da China aumentaram para 110 milhões de toneladas métricas no período de janeiro a abril, alta de 25,6% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Alfândega não especificou volumes de importação abril ou quais os tipos de carvão foram incluídos na medida.

Enquanto isso, as exportações de carvão da China caíram para 810 mil toneladas em abril, queda de 2,4% ante o mesmo mês do ano anterior, mostraram dados alfandegários.

De janeiro a abril, as exportações de carvão da China caíram para 2,85 milhões de toneladas, queda de 29,1% ante o ano anterior, de acordo com os dados.

A China importou 67,15 milhões de toneladas métricas de minério de ferro em abril, um aumento de 16,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. As importações de abril subiram 4% ante março.

A China importou 253,6 milhões de toneladas de minério de ferro nos primeiros quatro meses, um aumento de 3,9% na comparação anual.

Por outro lado, as importações chinesas de cobre, liga de cobre e produtos semiacabados em abril caíram 21,2% ante o mesmo mês do ano anterior, para 295.799 toneladas métricas, afirmou a Administração Geral de Alfândegas. As importações caíram 7,4% ante março.

Nos quatro primeiros meses, as importações caíram 27,2% na comparação anual, atingindo 1,3 milhão de toneladas. As informações são da Dow Jones.