O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, disse hoje que Pequim oferecerá a seus vizinhos do Sudeste Asiático US$ 10 bilhões em empréstimos para o setor de infraestrutura, afirmando que é preciso aprofundar os laços comerciais na região.

Wen fez o anúncio em discurso durante um encontro da China com líderes da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean, na sigla em inglês) na ilha de Bali, na Indonésia. Em 2009, o governo chinês anunciou um empréstimo similar de US$ 15 bilhões para a região.

O empréstimo anterior “apoiou mais de 50 projetos de desenvolvimento de infraestrutura, envolvendo quase todos os países da Asean”, disse Wen, segundo cópia do discurso divulgada pela agência estatal Xinhua. Ele afirmou que a China e o bloco regional de 10 nações devem fortalecer a cooperação financeira, incluindo “o swap (troca) de moedas locais e encorajar o uso da cotação do yuan chinês e das moedas da Asean em cada um dos mercados interbancários de câmbio” da região.

A China tem a meta ambiciosa de transformar o yuan em uma moeda global, rivalizando com o dólar. Wen disse que a China será “para sempre um bom vizinho, bom amigo e bom parceiro” da Asean.

Wen anunciou ainda o estabelecimento de um fundo de 3 bilhões de yuans (US$ 470 milhões) para aumentar a cooperação marítima com os Estados da Asean. A iniciativa inclui pesquisa marinha, segurança da navegação e combate aos crimes transnacionais. As informações são da Dow Jones.