O governador Roberto Requião almoçou com o embaixador da China no Brasil, Chen Duqing, nesta quarta-feira (2), no Palácio das Araucárias, em Curitiba. ?O embaixador procura intensificar as relações culturais e comerciais com o Paraná, e vamos ampliar esse intercâmbio. Pouca gente sabe, mas o Paraná possui mais de dois mil chineses?, afirmou Requião.

Durante vista ao Estado, o embaixador vai conversar com secretários e outras autoridades para pautar estratégias que intensifiquem os negócios entre China e Paraná. ?Vejo que existe muita troca de visitas, mas temos que trabalhar de forma mais dinâmica e substancial. O Paraná é um celeiro do País, forte no setor pecuário e está se desenvolvendo muito na área de logística e indústria. É um Estado que está em ascensão econômica?, ressaltou Duqing.

O secretário de Indústria e Comércio, Virgílio Moreira Filho, que participou do almoço, também fará reunião com o embaixador. Ele ressaltou a participação do Paraná em feiras chinesas e a vinda das missões ao Estado, como ocorrido há dois meses, quando oito empresários visitaram o Paraná interessados nos setores de infra-estrutura, logística e importação de commodities.

?A China é um dos principais mercados nossos para commodities, principalmente na área de soja?, disse Virgílio. ?Vamos conversar para ativar novos negócios, missões empresariais e rodadas de negócios. Temos andado muito nos últimos quatro anos em termos de negócios com a China?, completou o Virgílio.

Também participaram do encontro a embaixatriz Hu Fengxian; a adida civil chinesa Yang Lin; o vice-governador Orlando Pessuti; o secretário da Casa Civil, Rafael Iatauro; a presidente do Museu Oscar Niemeyer, Maristela Requião; o secretário especial Luis Mussi; o chefe do escritório do Paraná em Brasília, Nivaldo Krueger; os deputados estaduais Alexandre Curi e Artagão Júnior; e o presidente da BS Colway Pneus, Francisco Simeão.