As vendas no varejo subiram 7,23% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, e avançaram 0,26% em relação a março de 2011, segundo dados divulgados hoje pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), em trabalho conjunto com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). No ano, até o mês passado, as vendas cresceram 2,77% em relação ao mesmo período de 2010.

O levantamento foi feito por meio das consultas realizadas pelos comerciantes com as centrais que têm o registro do perfil dos consumidores brasileiros que utilizam cheques e realizam compras a prazo. O avanço de março para abril foi a segunda elevação após dois meses seguidos de queda. Isso, conforme nota divulgada pela CNDL, indica uma melhora, ainda que moderada, da atividade no comércio, apesar das medidas restritivas em curso na economia brasileira.

Inadimplência

A inadimplência no comércio varejista brasileiro subiu 3,5% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas recuou 1,55% ante março deste ano. No acumulado dos quatro primeiros meses de 2011, a inadimplência está 2,24% maior que no mesmo quadrimestre de 2010.

Na avaliação da CNDL, o recuo da inadimplência de março para abril reflete, em parte, o fim das obrigações com parcelamento de compras de Natal e a quitação de tributos como IPTU e IPVA. Além disso, a confederação citou a necessidade de o consumidor se manter adimplente para poder comprar presentes no Dia das Mães.