O comércio paranaense apresentou desempenho positivo no primeiro trimestre do ano, com aumento de 2,08% no nível de emprego e 10,92% nas vendas no varejo. Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged/Ministério do Trabalho) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados ontem pelo Dieese-PR.

No acumulado do ano (janeiro a março), o comércio gerou 7.655 empregos no Paraná, sendo 72,15% deles no interior. O número estimado de trabalhadores com carteira assinada no comércio é de 375.143, representando 7,25% do contingente total do comércio em nível nacional (5.176.095).

Os segmentos que apresentaram as maiores variações no nível de emprego no primeiro trimestre foram: no comércio varejista, os produtos agropecuários “in natura” (11,26%), intermediários no comércio (6,76%) e produtos intermediários não agropecuários (4,22%); no comércio varejista, os destaques são as lojas não especializadas (11,20%), reparação de objetos pessoais e utilidades domésticas (3,88%) e lojas especializadas em produtos novos (2,35%).