O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, anunciou a instalação de uma comissão quadripartite (trabalhadores, empresários, governo e aposentados) para discutir uma política de recuperação do valor do salário mínimo nos próximos anos. Essa comissão foi instalada em meio à disputa entre o Planalto e a oposição sobre o valor do mínimo. Em meio à crise política, o Senado aprovou a elevação do mínimo para R$ 384. Mas o Planalto quer manter o mínimo em R$ 300.

Decreto presidencial publicado na sexta-feira no Diário Oficial da União alterou a composição dessa comissão quadripartite. Entre as mudanças está a inclusão do Sindicato dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da CUT na comissão.

O decreto diz ainda que poderão integrar a comissão, como convidados, ?representantes dos Poderes Públicos estadual, do Distrito Federal e municipal, ouvida a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República?.

O funcionamento dessa comissão será aprovado por maioria simples.