Brasília

– A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, realiza nesta quinta-feira leilão de 50 mil toneladas de milho. O produto destina-se a suinocultores, avicultores, associações e indústrias de ração das regiões Norte (menos o estado do Acre) e Nordeste, do Espírito Santo e do norte de Minas Gerais. Estão programados leilões semanais de milho até o final de abril.

O governo oferece para a venda desse produto uma subvenção que varia de acordo com os preços de abertura, e conforme a região de origem e de destino. Para ter direito à subvenção, ou Valor de Escoamento de Produto (VEP), exige-se a comprovação de entrega do grão no local de destino no prazo de 60 a 90 dias, dependendo do meio de transporte utilizado.

O milho é produzido no Mato Grosso e no Paraná. O grão do Mato Grosso tem preço de abertura de R$ 12 e VEP de R$ 3,04 por saca (60 quilos) para o Norte e Nordeste e R$ 1,90 para o Espírito Santo. Já o do Paraná tem preço de abertura de R$ 18,50 e VEP de R$ 7,78 para o Norte e Nordeste; e de R$ 3,09 para o Espírito Santo. (Com informações da Conab).