A confiança das empresas e dos consumidores da zona do euro se enfraqueceu mais e atingiu nível recorde de baixa em março, uma vez que as novas encomendas continuaram diminuindo e as preocupações com perda de emprego aumentaram. Segundo pesquisa mensal da Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, o Indicador de Sentimento Econômico nos 16 países europeus que compartilham a moeda caiu para 64,6 em março, de 65,3 em fevereiro. Trata-se do menor nível desde que a pesquisa começou.

Os indicadores nacionais de Alemanha, Áustria, Chipre, Eslovênia, Eslováquia, Grécia, Itália, Luxemburgo e Malta, também atingiram recorde de baixa.

A confiança na indústria caiu para o recorde de -38 em março, de -36 em fevereiro. O indicador da comissão para novas encomendas recuou a -61 neste mês, de -57 no mês anterior.

O indicador de confiança do consumidor recuou para o recorde de baixa de -34 em março, de -33 em fevereiro, por causa do maior pessimismo sobre a perspectiva econômica e aumento das preocupações com desemprego. As informações são da Dow Jones.