A construção civil empregou 2,22% a mais de pessoas em abril deste ano, tomando como base o mês de março. A informação, divulgada nesta terça-feira (19) pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), em conjunto com a FGV Projetos, mostrou que o contingente de trabalhadores formais atingiu 1,627 milhão no setor no quarto mês deste ano.

Por número de vagas, abril criou 35.334 postos com carteira assinada, a maior parte deles (26 mil) no segmento de Edificações.

No acumulado dos últimos 12 anos, o desempenho também foi bom e registrou alta de 7,6%, com a introdução de 115 mil trabalhadores no mercado de trabalho. No ano, o saldo positivo de 75,2 mil novos postos de trabalho elevou o índice em 4,85%.

No Estado de São Paulo, o crescimento foi de 2,54% em abril ante março, totalizando 456,6 mil postos de trabalho. No quarto mês do ano foram abertas 11.323 novas vagas no setor. No acumulado dos últimos 12 meses, a elevação foi de 10,47%, com a introdução de 43.273 postos de trabalho.

Na capital paulista, especificamente, foi registrada a abertura de 5.913 vagas, com evolução de 2,9% em abril. Os trabalhadores formais do setor totalizavam 209,9 mil naquele mês.

A maior alta relativa em abril foi verificada na região de Santos, com acréscimo de 664 trabalhadores, ou 3,44%. Já a maior queda relativa ocorreu na região de Presidente Prudente, com redução de 1,5%, ou 85 vagas.