Ciciro Back/O Estado
Embaixador Kees Rade: estreitar relações comerciais.

O Paraná abriu a agenda oficial do Ano da Holanda no Brasil. Nesta sexta-feira (1), o embaixador do Reino dos Países Baixos no Brasil, Kees Rade, se encontrou em Curitiba com o governador Beto Richa, com o objetivo de estreitar as relações comerciais. Os holandeses já são um dos principais países investidores do Brasil, com empresas como a Shell, instaladas em vários pontos do território nacional. No entanto, com a economia brasileira aquecida e os eventos Olimpíadas e Copa do Mundo, a parceria entre os dois países tende a crescer ainda mais.

“Quatro estádios brasileiros, que abrigarão jogos da Copa, vão contar com a expertise da empresa holandesa Arena para gerir os locais durante e após a realização da Copa. A parceria visa ampliar os rendimentos dessas obras, a o invés de limitar aos jogos do Mundial”, destacou o embaixador Kees Rade.
Outra troca que deve ser intensificada nos próximos anos diz respeito à eficiência holandesa no desenvolvimento de infraestrutura logística. Um dos focos será o investimento em hidrovias. “Já está acertado junto ao governo federal um plano de hidrovias para o País. É o transporte mais barato de todos e só resta o Brasil saber desfrutar dessa vantagem natural”, afirmou.

O etanol brasileiro também integra as parcerias comerciais que devem ganhar peso maior nos próximos 10 anos, visto que até 2020 a União Europeia pretende utilizar gasolina com 10% de etanol. “Não há como não pensar no Brasil como o grande fornecedor de etanol, ká que o combustível é o mais competitivo no mundo”, defendeu.

Turismo

Segundo o embaixador, no último ano aumentou em 50% o número de visitantes brasileiros na Holanda. Ele acredita que o Ano da Holanda no Brasil ajude a incrementar tais números. “A valorização do real frente ao dólar facilitou o aumento dos turistas, mas não é só isso, a Holanda possui muitos atrativos. Aliás, é um dos melhores endereços para os interessados em aprender a língua inglesa fora do país de origem”, assegurou. 

Depois da reunião com o governador do Paraná, o embaixador seguiu para Carambeí, interior do Paraná, onde serão celebrados até o dia 4 deste mês os cem anos da imigração holandesa no Paraná.