Foto: Agência Brasil

Henrique Meirelles, presidente do BC é coordenador do Copom.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu ontem reduzir a taxa básica de juros da economia (Selic) em 0,5 ponto porcentual, para 14,25% ao ano, por unanimidade.

No comunicado após a reunião, o Copom diz "avaliando o cenário macroeconômico e as perspectivas para a inflação, o Copom decidiu por unanimidade reduzir a taxa Selic para 14,25%, sem viés". A próxima reunião do Copom será nos dias 17 e 18 de outubro e a ata da reunião de hoje será divulgada no dia 8 de setembro, sexta-feira da próxima semana

Em agosto de 2005, a taxa de juros estava em 19,75%. A redução dos juros de lá até agora já soma 5,5 pontos porcentuais, no mais longo ciclo de quedas desde a criação do comitê. Em 1999, houve dez quedas seguidas, mas na ocasião houve algumas reuniões extraordinárias.

A taxa de 14,25% é a menor desde a criação do Copom em junho de 1996. A reunião de hoje significa a 10º redução consecutiva dos juros. A primeira foi realizada em setembro de 2005, quando a taxa passou de 19,75% para 19,50%.