O crédito ao consumidor nos EUA aumentou inesperadamente a uma taxa anual ajustada de 2,4% em janeiro, ou US$ 4,96 bilhões, para US$ 2,456 trilhões, informou hoje o Federal Reserve (Fed, banco central americano). A última vez em que o crédito ao consumidor havia subido foi em janeiro de 2009.

O primeiro aumento em um ano indica que os norte-americanos podem estar começando a se sentir mais confortáveis em relação aos gastos, em meio aos crescentes sinais de que a economia está melhorando. Economistas ouvidos pela Dow Jones previam queda de US$ 4 bilhões em janeiro no crédito ao consumidor. Em dezembro de 2009, o crédito ao consumidor caiu 2,2%, ou US$ 4,57 bilhões. As informações são da Dow Jones.